Home Aconteceu Alckmin tenta vender sede do Instituto Geológico na V. Mariana

Alckmin tenta vender sede do Instituto Geológico na V. Mariana

0
0

A paralisação de uma obra em uma área de 5.300 m² do Governo do Estado, localizada no número 822 da Rua Joaquim Távora, acionou o alerta vermelho para mais um empreendimento imobiliário na região. Antes ocupado pelo Laboratório Clímax, o local está sendo utilizado pelo Instituto Geológico (IG) desde setembro de 2014, quando foi ‘despejado’ de sua antiga sede no Parque da Água Funda.
Depois de investir 5 milhões em obras e ainda não ter finalizado a primeira fase de três etapas programadas, o IG teve as obras interrompidas pelo então atual secretário de Meio Ambiente Ricardo Salles, em setembro do ano passado “sem motivos”.
Neste mês, a notícia de que o Governo está negociando a venda do local caiu como uma bomba entre os funcionários do instituto. No último orçamento do imóvel, feito em 2015 pela Companhia Paulista de Obras e Serviços (CPOS), ele foi avaliado em 16.880 milhões.
O interesse de passar a área adiante foi denunciado este pelo site investigativo Direto da Ciência. A documentação obtida por meio da Lei de Acesso à Informação revela uma tentativa de permuta do espaço entre a Forticorp Desenvolvimento Imobiliário e a Secretaria do Meio Ambiente (SMA). O IG então passaria a ocupar outro prédio por dez anos, no Centro, e a Forticop pagaria o aluguel mensal de 125 mil, mais 5 milhões divididos em 36 parcelas. Na proposta, que foi aceita pela SMA, o imóvel seria vendido por 20 milhões.
A Consultoria Jurídica da própria SMA considerou o negócio um ‘risco inaceitável para o patrimônio público’. O Ministério Público do Estado de São Paulo então instaurou um inquérito para investigar “eventual prática de improbidade administrativa” por parte de Ricardo Salles, que deixou o cargo esta semana.
Sem uma posição sobre o impasse, os funcionários criaram uma petição no site AVAAZ.ORG para pedir a permanência do IG no local. O documento conta com mais de mil assinaturas e será endereçado ao governador.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregaer Mais em Aconteceu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *