Home Matéria de Capa Professora Débora atrai recursos para EMEF Almirante Parreiras

Professora Débora atrai recursos para EMEF Almirante Parreiras

0
0

A repercussão da professora Débora Garofálo levou o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, a visitar a EMEF Almirante Ary Parreiras, nesta segunda-feira (1). Na ocasião, Covas anunciou o repasse de R$ 600 mil reais para a reforma da EMEF. O valor vai permitir a readequação da quadra, muro, drenagem e pintura da fachada da escola. Além da troca de tela e telhado.
“A escola não pode apenas combater o analfabetismo, mas também combater o analfabetismo digital e combater o fato de muitas vezes você ter um aluno digital em uma escola analógica. A escola não pode ficar no século passado, precisa entrar no século XXI e essa área de tecnologia e informática é a forma pela qual tornamos as escolas ainda mais atrativas para os alunos”, disse o prefeito.
O Secretário Municipal de Educação João Cury, presente no encontro informou que todas as escolas municipais da região terão suas calçadas reurbanizadas. A contratação de instrutores de fanfarra para as escolas também foi liberado a pedido do subprefeito Arnaldo Faria de Sá.
Pegando o gancho dos investimentos, o prefeito também anunciou o Programa Fazendo Futuro, que fará, por meio da Secretaria Municipal de Educação, o repasse de R$ 1,9 milhão para as escolas públicas paulistanas adquirirem itens práticos para as aulas de tecnologia, como: pilhas, baterias, motores, sensores, interruptores, potenciômetro, Led, resistor e Black board. Também foi iniciada a entrega de impressoras 3D para 583 Laboratórios de Educação Digital, Experimentação e Aprendizagem.
A professora Débora Garofalo, recentemente indicada como uma das 10 melhores professoras do mundo no “GlobalTeacher Prize”, e que leciona na EMEF Almirante Ary Parreiras, foi homenageada.
“A professora Débora representa o Jabaquara, pessoas que lutam, sonham e nunca desistem, pois acreditam que podemos viver em um mundo melhor” disse o subprefeito Arnaldo Faria de Sá.
Cada vez mais a comunidade do Jabaquara está se empenhando para transformar o bairro em um lugar melhor, e a professora Débora Garofalo é um exemplo não só ao Jabaquara, mas para o Brasil e o mundo.cadas entre as dez primeiras participem novamente, mas, mesmo que permitisse, essa não era a intenção de Débora. “Eu tenho muitos projetos para desenvolver, principalmente na expansão do trabalho de robótica com sucata, para que as crianças do Brasil e do mundo possam vivenciar o aprendizado Mão na Massa”, adianta. E foi exatamente o projeto de robótica com sucata que fez de Débora a primeira mulher brasileira selecionada entre mais de dez mil candidatos de 179 nacionalidades para estar entre os dez melhores professores do mundo.
O projeto data de 2015 e, desde então, mais de uma tonelada de materiais recicláveis foram retirados das ruas e transformados em protótipos de carrinhos e brinquedos automatizados. “O projeto de robótica com sucata nasceu da vontade de transformar a vida das crianças da periferia da cidade de São Paulo”, recorda ela. “Eu sempre acreditei, como professora, que a educação só faz sentido se puder ser significativa e se tiver caráter transformador”.

 

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregaer Mais em Matéria de Capa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *