Home Matéria de Capa Professora da região está entre os dez melhores do mundo

Professora da região está entre os dez melhores do mundo

0
0

O dia 24 de março vai ser a data mais importante dia na carreira da professora Débora Garofalo, 39 anos. Ela estará em Dubai, nos Emirados Árabes, como uma dos 10 professores que são finalistas do Global Teacher Prize, considerado o “Oscar” da educação. Ela está concorrendo a um prêmio de US$ 1 milhão (aproximadamente R$ 3,75 milhões). Débora é professora da Escola Municipal Almirante Ary Parreiras, que fica na entrada da favela Alba, no Jabaquara. Nunca um professor brasileiro chegou tão longe na disputa por esse prêmio.
O projeto da professora Débora vai concorrer com projetos de professores e professoras de colégios de elite do mundo. Ela usou sucatas encontradas no lixo para desenvolver o projeto “ Robótica com Sucata”.
“Aqui é uma região muito carente. Os alunos olham a escola como extensão do quintal de sua casa e muitos frequentavam a escola mais interessados no lanche, muitas vezes apenas um pacotinho de bolacha”. Para estimular as crianças , entre 11 e 14 anos, a professora Débora levou a sala de aula para fora dos muros da escola e começou a mostra a importância do descarte correto do lixo. Em seguida convidou os alunos a reutilizar rolinhos de papel higiênico, tampinhas, canudos, pedaços de papelão e bexiga. “ primeiros mostramos que uma bexiga e um rolinho de papel higiênico poderia ser algo semelhante a um foguete, eles ficaram animados”, diz.
Até aqueles alunos considerados mais indisciplinados se envolveram no projeto e mostraram um lado criativo até então desconhecido. Muitos alunos passaram, com incentivo da professora Débora, a produzir brinquedos nascidos de sua própria imaginação com conceitos de física e matemática.
Pais dos alunos e muitos moradores da comunidade da favela Alba sentem orgulho da professora Débora. Chegam até a dizer que o interesse dos alunos pela aulas da professora melhorou o relacionamento das crianças com a comunidade. “Agora vamos montar um carro voador”, diz toda entusiasmada a estudante Lívia Kaylane dos Santos. Ela é apenas um exemplo do entusiasmo dos alunos da professora Débora.
Independente de ganhar o prêmio ou não, a professora Débora diz que o maior prêmio que ela ganhou foi realizar o sonho de criança que era o de ser professora. “ Sempre tive a certeza de que esse era o caminho que queria seguir”, afirma.
Professores, amigos da professora Débora na Escola Municipal Almirante Ary Parreiras são unanimes em afirmar que alunos com dificuldades em matemática e língua portuguesa, hoje desenvolvem projetos impressionantes com material encontrado no lixo.

  • Vila Mariana tem missa em homenagem às mães

    O domingo (12), Dia das Mães, foi marcado por muita emoção e palavras de conforto no cemit…
  • Praça Serafina ganha estação de ginástica

    Os moradores nas imediações do Sítio da Ressaca, no Jardim Oriental, subdistrito do Jabaqu…
  • ANIVERSÁRIO A Escola de Samba Flor de Liz está completando 34 anos e, para celebrar a data…
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregaer Mais em Matéria de Capa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *