Home Matéria de Capa Governo de SP faz campanha para conseguir restaurar o Museu Ipiranga

Governo de SP faz campanha para conseguir restaurar o Museu Ipiranga

0
0

O Governo de São Paulo está empenhado em captar empresas interessadas em investir generosamente no restauro do Museu do Ipiranga. Na manhã de terça-feira (26), João Doria reuniu 150 representantes de grandes empresas, e de portas fechadas apresentou com detalhes o projeto de restauração do prédio histórico aos convidados.
“Hoje, lançamos as cotas para captação de patrocínio. Três grandes empresas aceitaram e assinaram. A EDP, a Sabesp, e o Itaú já somam R$ 36 milhões de reais”, destacou o Governador João Doria, ressaltando que ao término da reunião duas outras empresas já demostraram interesse.
Fechado desde 2013 e previsto para reabrir em 2022, ano em que se comemora o bicentenário da Independência do Brasil, o Governo corre contra o tempo. Fechado há 6 anos, quase nada foi feito. Uma das poucas partes do Museu que passa por restauração é a maquete original do edifício, que é considerada a obra-prima do acervo do Ipiranga.
Com pouco recurso para um restauro gigantesco, a alternativa do poder público foi contar com a participação da iniciativa privada. Na primeira fase da campanha, grandes doadores e parceiros ajudarão o projeto com recursos. Na segunda fase, uma campanha pública dará à população a oportunidade de colaborar com o projeto, a partir da contribuição de pequenas cotas. A iniciativa privada e pessoas físicas poderão colaborar como doadores, com aporte direto de recursos com ou sem incentivo fiscal. Ou ainda como apoiadores, podendo oferecer produtos e serviços que atendam ao trabalho do museu ou à estratégia de captação, comunicação para a campanha de marketing, patrocínio de projetos específicos e licenciamento de marca.
O projeto de restauro é audacioso e prevê a recuperação do monumento de 124 anos e uma nova ocupação do museu, com mais 5 mil metros quadrados de área nova para exposições e atividades culturais e de forma 100% acessível. A modernização prevê ainda um auditório, um café com loja de suvenires e um mirante. A requalificação do museu pretende triplicar a capacidade anual de visitação, passando dos 300 mil registrados em 2013, para 900 mil com as modernizações e novas atrações.
“Estamos otimistas. O Museu e os jardins do Museu estarão totalmente recuperados, para, em setembro de 2022, fazermos uma grande celebração dos 200 anos da Independência do Brasil”, disse o Governador sobre as obras que começam no próximo dia 2 de maio, já com o valor arrecadado.
A população também vai poder participar do projeto de restauração. “Um projeto grandioso que poderá ser concebido com a participação ativa da sociedade brasileira, que ajuda a construir a história do país, e terá, agora, a chance de restaurar o edifício”, disse Doria.

 

Córrego Ipiranga fará parte do projeto

 

O presidente da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), Benedito Braga, anunciou um pacote de obras para o Ipiranga. Constam da promessa a limpeza do Córrego Ipiranga, o patrocínio do projeto de restauração do Novo Museu Paulista e o rebaixamento da rede de esgoto nas imediações do edifício histórico.
Braga participou na terça-feira (26) de um evento do Governo do Estado de São Paulo, no Palácio dos Bandeirantes, para a apresentação do projeto do Novo Museu. Ficou acertado noo encontro que a empresa de saneamento fará a doação de R$ 12 milhões, via Lei Rouanet, ao restauro do museu.
“Estamos aqui nos unindo a outras companhias para viabilizar esse importante projeto”, discursou Braga. “Quero ainda aproveitar a oportunidade para dizer que, em união com o Estado e a Prefeitura de São Paulo, a Sabesp vai limpar o Córrego Ipiranga. É uma iniciativa para que a comemoração no dia 7 de setembro de 2022 possa ser às margens plácidas de um córrego limpo e cheiroso”, vislumbrou.
A limpeza e a urbanização do Ipiranga integram o “Córrego Limpo”, programa realizado desde 2007 pela Sabesp, em parceria com a Prefeitura. O patrocínio das obras do Novo Museu e o rebaixamento da rede de esgotos também visam aos preparativos da celebração do bicentenário da independência do Brasil, em 2022. O governador João Dória (PSDB) destacou a sensibilidade sociocultural e humanitária da Sabesp em apoiar e patrocinar a restauração do museu.
“Não só o apoio da cota de R$ 12 milhões da Sabesp, mas a recuperação e investimento integrais no Córrego Ipiranga são um gesto de grandeza e mostra a dimensão de uma empresa pública como a Sabesp”, elogiou Dória.

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregaer Mais em Matéria de Capa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *