Home Matéria de Capa Estações Klabin, Santa Cruz e Hospital SP são inauguradas

Estações Klabin, Santa Cruz e Hospital SP são inauguradas

0
0

Depois de nove anos de obras, com um custo total de R$ 10 bilhões, as linhas de Metrô estão interligadas, permitindo uma viagem, por exemplo, do Campo Limpo ao Hospital São Paulo. Isso está sendo possível com a entrega das Estações AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin da Linha 5-lilás, que aconteceu na manhã de sexta-feira (28).
As primeiras promessas eram de conclusão em 2014. A expectativa dos técnicos é trazer uma série de mudanças significativas nas dinâmicas do transporte público da cidade, sobretudo com a interligação nas Estações Santa Cruz (com a Linha 1) e Chácara Klabin (com a Linha 2). Cerca de meio milhão de pessoas devem passar a usar a linha diariamente com as novas conexões. A linha, que opera hoje com 36 trens, deverá receber mais 26 composições.
“Deve haver ainda alguma diminuição da lotação da linha (9-Esmeralda) da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) na Marginal do Pinheiros”, afirma o chefe do Departamento de Engenharia de Transportes da Escola Politécnica da Universidade de Transportes (Poli/USP) Claudio Barbieri da Cunha, considerando ainda a interferência na Linha 4-Amarela, inaugurada em 2011.
Fora do rush as novas estações devem ficar nesse horário especial por duas semanas – enquanto as anteriores desse mesmo ramal estão no esquema há três meses. O horário de atendimento será ampliado gradativamente até chegar à operação plena: de domingo a sexta-feira, das 4h40 à meia-noite; e aos sábados, das 4h40 à 1h – como nas demais estações da rede.
Com a inauguração, o ramal será ampliado em mais 2,8 quilômetros (a partir da Estação AACD-Servidor, inaugurada no fim de agosto), totalizando 20 quilômetros de extensão, desde a Estação Capão Redondo. Para que a Linha 5-Lilás fique completa, faltará apenas a Estação Campo Belo, no meio do ramal, prevista para ser entregue em dezembro.
As obras da linha, entretanto, não estão encerradas. Pelo meio do caminho ficou a Estação Campo Belo, que continua em construção, e deverá ficar para dezembro, segundo os cronogramas mais recentes da Companhia do Metropolitano. Essa parada restante será interligada com o monotrilho da Linha 17-Ouro, também em obras.
Ao menos três vezes por mês, a pedagoga e cuidadora Geny Gomes de Brito, de 52 anos, precisa ir ao Hospital São Paulo, na Vila Clementino, para fazer tratamentos com otorrinolaringologista e pneumologista. O trajeto é longo. Ela sai do Parque Doroteia, também na zona sul, onde pega um lotação até a Estação Jabaquara, da Linha 1-Azul, desce na Estação Santa Cruz e, por fim, embarca em um ônibus até o hospital. “Demoro uma hora e meia para chegar aqui. Com trânsito, pode demorar até duas horas”, afirmou.
Ela diz que a nova estação vai facilitar sua vida. “O metrô é bem mais rápido. O ônibus que vai para o Terminal Santo Amaro passa perto da minha casa. Vou poder ir até a Estação Santo Amaro e descer aqui. O público vai ser muito beneficiado.”
A Estação Hospital São Paulo está localizada na rua Pedro de Toledo, 897, na Vila Clementino. Já a parada Santa Cruz está na av. Domingos de Morais, 2.474, na esquina com a rua Pedro de Toledo, conectada com a estação Santa Cruz da linha 1-Azul (Jabaquara-Tucuruvi). A Chácara Klabin – Interligada à estação Chácara Klabin da linha 2-Verde fica na rua Vergueiro, 3.800.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregaer Mais em Matéria de Capa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *