Home Acontece Cinemateca exibe filmes lançados em 1999 de graça

Cinemateca exibe filmes lançados em 1999 de graça

0
0

Clube da Luta, A Bruxa de Blair,O Sexto Sentido, Matrix, Tudo Sobre Minha Mãe, De Olhos Bem Fechados, entre outros, marcaram o ano de 1999. Especialistas consideram que foi um ano emblemático para o cinema. E para celebrar essa safra especial, a Cinemateca Brasileira exibe, de 27 de junho a 14 de julho, 20 dessas produções que marcaram a virada do século.
A Mostra proporciona a oportunidade de assistir no suporte original 35mm os longas-metragens que se tornaram bastante influentes para a linguagem e produção cinematográfica seguintes, como Magnólia, de Paul Thomas Anderson, vencedor do Urso de Ouro no Festival de Berlim; o cult movie Clube da Luta, de David Fincher; O tempo redescoberto, de Rauol Ruiz, adaptação do cineasta chileno da obra-prima de Marcel Proust, Em busca do tempo perdido; Instituto de beleza Vênus, da francesa Tonnie Marshall; o terceiro filme a ser produzido segundo as regras do Dogma 95, Mifune, de Søren Kragh-Jacobsen; Tabu, do mestre japonês Nagisa Ôshima; Verão feliz, comédia de Takeshi Kitano e a adaptação da bem-sucedida série infantil, Castelo Rá-Tim-Bum: O filme, de Cao Hamburguer.
Sem esquecer fortes títulos do ano comemorado, como o importante marco do cinema de terror no estilo found footage, A Bruxa de Blair, de Daniel Myrick, Eduardo Sánchez; a animação Toy Story 2, de John Lasseter; a ficção científica Matrix, das Irmãs Wachowski; O sexto sentido, grande sucesso do cineasta e roteirista M. Night Shyamalan; Tudo sobre minha mãe, um dos mais premiados trabalhos de Almodóvar, As virgens suicidas, filme de estreia de Sofia Coppola; De olhos bem fechados, último filme dirigido por Stanley Kubrick; Quero ser John Malkovich, de Spike Jonze; Meninos não choram, primeiro longa metragem de Kimberly Pierce e O verão de Sam, de Spike Lee.
Por fim, integram a programação dois documentários brasileiros que marcaram o ano de 1999: Notícias de uma guerra particular, de Kátia Lund e João Moreira Salles e Santo forte, de Eduardo Coutinho – cuja única exibição será no sábado 13/7, em cópia 35mm.
Para tornar a programação ainda mais especial e atrativa, a entrada é gratuita. Não tem desculpa para não apreciar um bom filme nas férias.
A Cinemateca fica no Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Clementino. Os ingressos são distribuídos na bilheteria uma hora antes de cada sessão.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregaer Mais em Acontece

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *