Home Acontece Aprendendo a dançar com os ‘olhos do coração’

Aprendendo a dançar com os ‘olhos do coração’

0
0

Uma visita ao Instituto de Cegos Padre Chico, há 25 anos, foi o ponta pé inicial para os sonhos de Fernanda Bianchini, bailarina, fisioterapeuta e fundadora da Associação Fernanda Bianchini – Cia Ballet de Cegos [AFB]. Durante o passeio quando questionada sobre a possibilidade de um deficiente visual se tornar bailarino, ela não sabia responder. Seu pai, que era voluntário no instituto, a surpreendeu: “Nunca diga não a um desafio, porque neles estão os maiores ensinamentos”.
A partir do episódio, ela partiu em busca da resposta para aquela pergunta e começou a dar aulas – no próprio Instituto Padre Chico – para cinco meninas. No começo, não foi fácil. “Elas tinham dificuldade de seguir instruções, e eu mesmo não sabia como lidar com a situação.” Aos poucos, a jovem professora percebeu que o caminho era o toque, somado a exercícios de percepção corporal “Uma bailarina deve olhar sempre para as estrelas ainda que não as enxergue.” A frase já foi dita e repetida muitas vezes por Fernanda Bianchini,
O sonho cresceu e hoje, a Instituição que atua na Vila Mariana, recebe mais de 400 alunos de diversas idades, de 3 anos até a terceira idade. Mais de mil alunos já tiveram suas vidas transformadas nesta trajetória de mais de duas décadas através das aulas de dança contemporânea, teatro, musicalização e, ainda, atividades como empreendedorismo, yoga, pilates e fisioterapia.
Enquanto os filhos participavam da aula de ballet sobre rodas, as mães aproveitavam o pilates na sala ao lado. A Associação Fernanda Bianchini é a única companhia de ballet para cegos do mundo. A metodologia foi desenvolvia pela própria Fernanda, durante sua dissertação de mestrado.
Para ajudar os bailarinos a perceber a leveza de um movimento de braço, por exemplo, Fernanda chegou a amarrar folhas de palmeira nos braços deles. Alguns movimentos são aprendidos com os alunos deitados no chão e a dimensão do toque é muito importante.
Informações sobre doações ou colaboração podem ser obtidas pelo telefone (11) 5084-8542 ou pessoalmente na Associação Fernanda Bianchini na rua Domingos de Morais, 1765 – Vila Mariana.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregaer Mais em Acontece

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *